terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

4 atitudes de um adorador por excelência





Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e raspou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.” Jó 1:20

O Sofrimento de Jó

Eis que um grande vento sobreveio da banda do deserto, e deu nos quatro cantos da casa, a qual caiu sobre eles, e morreram; e só eu escapei para trazer-te a notícia. (Jó1:19)
Essa catástrofe ocorreu na casa de Jó. Seus dez filhos estavam reunidos em uma festa, e de repente sobreveio um vendaval, a casa cai e mata todos os seus filhos (o diabo é especialista em querer se misturar no vento e querer usar intempéries da natureza para produzir tragédias e catástrofes – Podemos ver um fato assim registrado nos evangelhos, quando Jesus, deitado dentro de um barco que estava sobre o mar, quando veio uma tempestade violenta, Jesus se levanta do barco e repreende a tempestade).
Nos coloquemos no lugar de Jó por um momento, e imaginemos como ficou o coração de Jó diante desta catástrofe, sua família, seus sentimentos, sua vida. Imagina Jó pegando seus dez filhos no chão e percebendo que estavam mortos. Jó provavelmente ficou sem chão, ficou sem saber o que fazer. A mensagem de Deus aqui pra nós é seguinte – que uma ATITUDE faz toda a diferença! Vemos no versículo 20 qual foi a atitude de Jó mediante aquela circunstância, Jó teve a atitude de um perfeito adorador.
As atitudes de Jó diante do sofrimento

Essas são as quatro atitudes de um homem e de uma mulher que querem se tornar adoradores por excelência, e, principalmente, as quatro atitudes de um servo de Deus para que possa atingir o nível e o grau de um ADORADOR POR EXCELÊNCIA.

1ª Atitude – Jó diante desta catástrofe nos dá a primeira lição: Ele se levanta. Jó olha para aquela tragédia e percebe que tudo aquilo não era maior que o Deus o qual ele servia, então diz: “Deus me deu, Deus tomou, bendito seja o nome do Senhor. Ele não deu ao diabo o gostinho de rir dele. Diante de toda essa catástrofe a primeira atitude de Jó foi a de se levantar. Pois, diante de uma tragédia ou catástrofe não podemos ficar prostrados, no chão, mas devemos nos levantar, pois Deus sempre será o nosso socorro bem presente na hora da angústia. Um adorador por excelência permanece de pé na hora da prova e da luta, pois, ele não serve a Deus por aquilo que Deus tem pra dar a ele, mas porque ele ama a Deus acima de todas as lutas, acima de todas a dificuldades ou provações que ele venha passar.

2ª Atitude - Rasga suas vestes, mudando de atitude – Ele rasgou suas vestes, que significa tirar a capa de super- herói, tirar a máscara e ser realmente o que ele era. Jó rasga a capa que trazia consigo e lança-se totalmente, de peito aberto ao Senhor, como quem estava dizendo: “Deus vai ter que me mudar e me transformar!” Todo sofrimento é uma luz que se ascende pra dizer – muda de ATITUDE! Tome decisões hoje, antes que amanhã seja muito tarde!

3ª Atitude - Raspa sua cabeça, consagrando-se – Raspa a cabeça, como um gesto de consagração a Deus. Um adorador por excelência diante do sofrimento, começa a orar, a jejuar, ele se achega mais para perto de Deus. Muitas vezes o sofrimento se torna uma arma de Deus que permite tal fato para que nos voltemos a ele. Para que voltemos a orar, a jejuar e a crer nEle. Pois, quando tudo está bem em nossa vida começamos a achar que não precisamos mais de Deus, mas quem está de pé cuide pra que não caia.

4ª Atitude – Adora a Deus – Ele adorou a Deus, pois, ele atingiu o nível de um adorador por excelência. Jó mesmo vendo seus dez filhos mortos se lança no chão, se prostra e adora a Deus. Porque ele reconhece que a adoração encurta distâncias! Jó descobriu que o que o separava do propósito de Deus chamava-se ATITUDE! Jó perde seus dez filhos mas se torna um adorador por excelência e por causa dessa sua atitude podemos ver declarado no capitulo 42 que Deus dá em dobro a Jó tudo o que ele Perdeu. MEDIANTE QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA, SEJA UM ADORADOR POR EXCELÊNCIA! Deus abençoe sua vida!

0 comentários:

Postar um comentário